Entre as linhas

9 de março de 2009 at 9:42 pm Deixe um comentário

mewtrp
Por Flávia Ferreira

Linha 1 e linha 2 do metrô se confundem nas milhares de pessoas passam todos os dias por suas roletas e conduções. Chega a ser difícil contabilizar em números exato do grande contingente populacional e do mesclo de sentimentos decorrentes nestes.  É possível ouvir o ruído do ar nos períodos anteriores e posteriores a hora do rush, no entanto, durante o horário de 18 h até 23, ambas as linhas ficam lotadas (linha 1 sentido Pavuna e linha 2 sentido Estácio) e também a linha em direção a Siqueira Campos, pode-se ouvir a mistura de vozes, respirações e um imenso calor toma o lugar do gelado ambiente.

Com a dificuldade financeira e o cada vez mais caótico trânsito carioca, as pessoas acabam por optar pelo Metrô, o qual, segundo elas, seria um veículo mais confortável e rápido de todos que temos atualmente. O ator Diego Santana, 24, é um desses que acham o metrô mais rápido, com o diferencial de que ele não o utiliza todos os dias. “Eu ando de metro 3 vezes na semana porque é mais rápido e acaba valendo a pena enfrentas as pessoas”, disse ele que improvisou um banco no meio do aperto do metro.

Outrora, ele reclamou do desconforto que os passageiros têm, mesmo pagando mais caro por isso. “Eles nem podem aumentar a passagem , pois não oferecem conforto para isso. Mas ainda é o veículo mais confortável que temos”, conclui o jovem. Mas não é isso que se vê nos rostos e olhares dos passageiros.

As pessoas, frequentemente, estão nervosas, inquietas e irritadas por não ter um lugar para sentar e relaxar um pouco. A cada estação o número de bancos se torna menor e quando chega na estação de transferência (Estácio) as pessoas se imprensam na plataforma, próximo a porta, para pegar o melhor local e a rotina do “aperta aperta” volta, só se aliviando nas proximidades de Irajá. “É desconfortável, mas o que posso fazer, é nele mesmo que eu vou”, disse outra passageira se imprensando na porta do metro na Estácio.

Anúncios

Entry filed under: Cidade. Tags: , , , , , , .

Crise mundial: Lula defende estatização de bancos Jogadores terão que se controlar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Tópicos recentes

Agenda

março 2009
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: