Informalidade gera renda

26 de fevereiro de 2009 at 6:54 pm Deixe um comentário

Em período de vacas magras, o trabalho informal tira muita gente do sufoco

francisco_flavia-21

Por Flávia Ferreira
Foto- Flávia Ferreira

Muito antes do avanço da crise mundial, o número de trabalhadores informais se ampliava a cada ano. Em 2008, o número de trabalhadores, segundo o IBGE, era de 32,1 % e projeções feitas pelo instituto, mostram um aumento de 1,5 % (33,6%). “A crise contribuiu para dado aumento, acredito que o desemprego formal, que vem aumentando com o passar do tempo, faz com que as pessoas busquem um meio adverso”, disse o economista Rogério Rocha, 36. Se sair as ruas dos grandes centros urbanos, perceberá oticamente a quantidade de pessoas que estão no meio informal.

Na baixada fluminense isso não é diferente, isso vai desde vendedor de bala, roupas e calçados, até materiais esotéricos, esse é o caso de Francisco de Assis Guilherme, 64. Esse senhor que veio, com 21 anos, do Rio Grande do Norte para viver com seu pai no Rio de Janeiro, carrega todos os dias seus produtos esotéricos de Austin, bairro onde reside, até o centro de Nova Iguaçu, para montar sua barraca no camelódromo da cidade.

Francisco trabalha na informalidade há 22 anos, anteriormente ele vendia redes na praia de Copacabana, e desde 1993 está em Nova Iguaçu. “Resolvi vir para cá porque estava gastando muito em Copa e mesmo lucrando bastante, não estava compensando. Aqui eu não ganho muito, mas estou me amarrando”, disse ele enquanto arrumava, com um arame, os ferros de sua barraquinha, onde o contraste de odores era perceptível. A barraca de Francisco exalava um cheiro de incenso, o qual se misturava com o odor de urina que impregnava o local.

Mesmo não tendo ligação com o misticismo, Francisco mostrou um grande interesse pela ceita, motivo este que fez com que ele largasse seu regime de escravidão vivido no ultimo trabalho formal. “Saí de meu emprego porque eu trabalhava 12 horas por dia na Labiceramica, então resolvi ganhar dinheiro sozinho e não me arrependo”, diz o sorridente senhor francisco. O fato de não ter um patrão dando ordens a todo momento, agrada não só a seu Francisco.

O veterano vendedor de churros, Jonas paz da Silva, 34, diz que tem muitas vantagens em trabalhar por conta própria. “Eu consigo arrumar tempo para minha família. Se eu trabalhasse no meio formal hoje, eu não conseguiria estar próximo a minha família, porque a carga de trabalho é abusiva”, contou ele enquanto preparava o churros da fila de clientes que se armava a sua direita.

No entanto esse não é o único motivo deste vendedor gostar deste meio de trabalho. Ele a 12 anos sai de Boa Esperança para vender seus churros no centro de Nova Iguaçu. Segundo ele, há uma dificuldade muito grande de se conseguir algo no meio formal. “Emprego não é fácil, você trabalha e quando é mandado embora, tem que brigar na justiça por seus direitos”, contou ele. Acrescentou também que, para garantir seu “pé-de-meia”, ele paga autonomia e faz aquela economia bem brasileira. “Dessa forma eu não vou precisar sem mandado embora para lutar pelos meus direitos, já que muitas vezes a firma não cumpre com suas obrigações”, falou Jonas.

A esposa de Jonas, apesar de concordar com a opinião de seu marido, prefere um emprego no meio formal. No entanto, o vendedor de churros diz não trocar sua barraquinha por uma carteira assinada. “Hoje eu não iria para o meio formal, com o que eu ganho aqui eu sustento minha casa. Com meus altos e baixos eu tiro uma média de mil reais por mês de lucro”, revelou ele.

Anúncios

Entry filed under: Economia. Tags: , , , , , .

Editorial Acrigel: Uma nova técnica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Tópicos recentes

Agenda

fevereiro 2009
S T Q Q S S D
    mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: